Últimos dois dias em Berlim

Faltando dois dias para embarcar de volta ao Brasil, fui conhecer um dos Zoológicos mais bonitos do mundo. É o mais antigo jardim zoológico na Alemanha e apresenta a mais completa coleção de espécies no mundo. Foi aberto em 1844. Com uma área de 35 hectares, esta localizado no parque Tiergarten.

Foi preciso umas duas horas para conhecer todo o zoológico e realmente foi fascinante, se você tiver tempo, deve visitá-lo.

Depois de caminhar muito (sim, muito) e almoçar num fast food qualquer, cheguei ao Palácio Reichstag. Depois de uma fila gigantesca (agora parece que deve-se agendar o dia e o horário) entrei no Palácio e peguei o elevador que leva direto a base da Cúpula da Nação, que oferece uma das vistas mais privilegiadas de Berlim. É possível fazer um tour pela cúpula com fones de ouvido e a narração em português.

A poucos metros dali, fui conhecer a Chancelaria Federal, uma série de prédios administrativos, com um arquitetura de dar inveja em muitas cidades.

A tardinha, peguei o metro errado e fui parar no Checkpoint Charlie, uma sorte, porque realmente queria conhecer esse ponto, que um dia foi de controle entre as duas Berlim. Era o único ponto de passagem a pé ou de carro para os soldados, diplomatas e visitantes estrangeiros. Diz a história que não era tão difícil para as pessoas da Alemanha Ocidental conseguir um visto de entrada para o lado Oriental, mas era praticamente impossível o berlinenses do lado Oriental visitar a parte Ocidental.

Uma pequena casa de guarda foi simbolicamente construída no local onde se encontrava a original (mantida em um museu bem pertinho dali).

E para finalizar o penúltimo dia, ouvi falar de uma exposição sobre o nazismo e Hitler: Hitler Und Die Deutschen. Achar essa exposição foi incrivelmente difícil (consegui chegar ao local somente uma hora antes do fechamento do Museu, e por sorte naquele dia a entrada era gratuita), depois de muitas perguntas (somente um policial deu a orientação, todo e qualquer pessoa que eu perguntava, era só ouvir falar em Hitler, que desconversava). Foi impossível tirar qualquer foto dentro das galerias, mas foi um dos momentos mais chocantes da viagem inteira. Poder ver fotos, uniformes, a famosa bandeira, foi bastante intrigante.

No último dia, exclusivamente para últimas compras. Sim, Berlim é uma ótima cidade para fazer compras. Preços razoáveis e interessantes. Recomendo a Ka De Wu, a Harrod’s da Alemanha, e a Galeria Kaufhof com preços mais acessíveis.

Hora de embarcar de volta ao Brasil, mas agora com o desejo de conhecer o sul da Alemanha.

Anúncios

2 comentários sobre “Últimos dois dias em Berlim

  1. Cristiane disse:

    Vc foi com a cvc_ pacote europamundo? Eu queria ir junto com a cvc porque não falo nenhuma outra língua fora o português, tenho problema de audição e como consta que há guia q fala português sinto mais segura quando estou fora do país, mas estou vendo muitas reclamações pela internet sobre os ônibus, passeios e os guias, estou pesquisando o pacote de 14 dias, q vai de Londres, Bruges, Amsterdã, Berlim até Praga, o valor é caro para mim! Estava tentando economizar dinheiro para comprar esse pacote, mas estou preocupada em ficar decepcionada com a viagem! Vc sabe se vale a Pena pegar esse pacote? Obrigada Cristiane

    • Exato. Fui com a Europamundo e CVC. Eu adorei viajar em forma de circuito, acho que acabamos ganhando tempo com passeios e eles nos levam nos pontos mais interessantes. Eu sempre que fui a Europa, fui com circuito europeu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s