Tailândia – Parte 1 (Aeroporto e Bangkok)

Desde o filme “A Praia” eu sonho em conhecer a Tailândia. Havia tempos que o destino estava no meu caderninho, até que surgiu a oportunidade de embarcar para a tão sonhada praia. Fui com minha mãe e minha irmã e optamos por um roteiro da CVC (operado pela Special Tours). Na hora de escolher, existiam algumas opções interessantes, como fazer todo país por via terrestre (com ônibus) ou aéreo (para ganharmos tempo) – escolhemos pela via aérea, um pouco mais caro, mas que valeu muito a pena, pois os trechos eram curtos (o maior foi de 2 horas apenas). Roteiro definido: Bangkok, Chiang Mai, Chiang Rai e Phuket.

Embarcamos com a Emirates – já contei um pouco neste blog – e chegamos em Bangkok, 32 horas depois de ter partido de Porto Alegre. Confesso que o aeroporto é um pouco confuso, mas isso porque ninguém me disse ou não li sobre, o que nós brasileiros devemos fazer. Espero poder ajudar: Assim que sair da aeronave procure o “Heath Center”, pegue um formulário e preencha – entregue este formulário junto com a carteira internacional de vacinação (você deve ter tomada a vacina contra a febre amarela até 10 dias antes do embarque), eles irão carimbar o formulário de imigração que você está OK e pronto. Sugiro trocar os dólares por baths no próprio aeroporto e depois partir para a alfândega. Tudo isso parece simples, mas em um país de língua que não estamos acostumados, um aeroporto lotado de turistas e placas que você não entende muito bem, é bastante confuso. Depois de tudo isso, encontramos nosso transferista e fomos para o hotel.

Nossa hospedagem foi no Novotel Fenix Silom, localizado no centro da cidade e próximo a diversas lojas e restaurantes. Fomos informados pelo transferista, que as roupas que minha mãe e minha irmã usavam não eram adequadas para a visitação nos templos (calça jeans mais justa), então tivemos que usar nosso tempo livre para ir em busca de uma nova calça para as duas.

Um dia em Bangkok

Acordamos e logo após o café da manhã, fomos visitar os principais templos de Bangkok. Começamos por Wat Traimit, onde está localizado o maior Buda de ouro maciço do mundo, pesando 5 toneladas e mais de 3 metros de altura. Depois, o grande Templo de Wat Pho, o maior da cidade, onde se encontra o Buda reclinado, que mede 46 metros de largura e está coberto de ouro. Ao lado do Buda, você compra umas moedas para ir largando nas bandejas – a cada moeda deixa, você realiza um pedido. Tomara que dê certo :). Finalizamos o passeio no Templo de Mármore, que é lindo também.

Veja abaixo algumas fotos (você pode clicar nelas para ampliar):

Tempo para compras e retorno ao hotel.

À noite tivemos um jantar tipicamente tailandês, com show tradicional do país. Aconteceu no Silom Village.

IMG_9911

Um dia que realmente ficará marcado na memória. Foi incrível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s