Porto Seguro – Parte 2

Saímos cedinho do hotel em direção a cidade de Santa Cruz Cabrália (vizinha a Coroa Vermelha), onde embarcamos na famosa Chalana (e também conhecido como um dos melhores passeios de Porto Seguro). Vale lembrar que a CVC é a única empresa local que possui uma Chalana, as outras empresas possuem escuna (que é diferente).

Navegamos nas águas tranquilas do Rio João de Tiba por cerca de 30 minutos, com muita música baiana e sertaneja (teve até música gaudéria em homenagem aos gaúchos a bordo) e contato direto com o ecossistema de manguezal, berço de vida marinha. A primeira parada foi à beira do manguezal para o banho de lama e depois navegamos por mais uns 40 minutos até a linda praia de Santo André (onde ficamos por 2 horas). O almoço foi na terceira parada, na Ilha do Sol também conhecida como paraíso dos doces. 

A tardinha fomos conhecer a Passarela do Descobrimento. São mais de 1Km de lojas e restaurantes O colorido das casinhas coloniais do século XVII, forma um dos cartões postais mais famosos de Porto seguro.

No terceiro dia, fomos conhecer a cidade de Trancoso, conhecido internacionalmente e frequentado por diversas personalidades. Durante o percurso passamos por diversas fazendas da região, onde fizemos uma parada em um vilarejo de Vale Verde, onde tivemos oportunidade de degustar licores e cachaças de frutas características da região.

Logo depois, continuamos até o Vilarejo de Trancoso, para conhecermos o “Quadrado de Trancoso”, que é formado por construções dos séculos XVII e XVIII, a Igreja de São João Batista, e o Mirante com vista das belíssimas praias. Este lugar é simplesmente incrível. As fachadas das lojas e restaurantes foram preservados, pois são tombados pelo patrimônio histórico. 

Após a visitação, tivemos o tempo livre na praia dos Coqueiros, uma praia paradisíaca, conhecida internacionalmente.

Porto Seguro – Parte 1

E depois de muitas viagens nacionais e internacionais, chega a minha vez de conhecer onde tudo começou no nosso querido país: Porto Seguro.

Vamos começar o Diário de Viagem então.

Primeiro é importante dizer que a CVC domina por aqui – os ônibus amarelinhos estão por toda a parte, afinal o Grupo AR (receptivo da CVC em Porto Seguro) é o maior receptivo brasileiro em atividade, são mais de 400 colaboradores que acumulam quase 30 anos de experiência.

O transporte do aeroporto para o hotel ocorreu de uma maneira muito tranquila. Logo na chegada, os passageiros da CVC se dirigem até a loja da rede no aeroporto. Lá, entregamos o voucher e eles marcam sua chegada e reconfirmam o seu voo de retorno. Minutos depois, já estavam nos chamando para o ônibus que iria nos trazer até o hotel. Bastante rápido, mas deu tempo suficiente de ainda comprar um pão de queijo e “encostar o estômago”.

No primeiro dia de viagem, saímos com destino à Cidade Histórica de Porto Seguro. Assistimos um show de capoeira e, em seguida conhecemos o vilarejo com suas igrejas e monumentos datados do séc. XVI, XVII e XVIII assim como, os casarios dessas épocas. Depois tivemos um tempo para conhecer a famosa gastronomia baiana como: o acarajé, cocadas, chocolate caseiro, cacau, tapioca, etc. O passeio inteiro durou 2 horas de visitas e aconteceu no período da tarde.

Para quem está hospedado no centro, o passeio é um pouco mais longo, pois a CVC deixa os passageiros um tempo na praia de Taperapuã (mais precisamente no centro de lazer toa toa). Como já estávamos hospedados na praia, curtimos a praia do Mutá em nosso tempo livre.

Pela manhã, a CVC reuni os passageiros que chegaram no dia anterior, e fazer uma espécie de palestra, mostrando os passeios oferecidos naquela semana, preços e etc.

Estamos hospedado no Hotel Coroa Vermelha, que fica localizado na Praia do Mutá. O Hotel é o terceiro melhor da região (classificado pelo Trip Advisor) e possui uma infra estrutura incrível. O atendimento e o restaurante do hotel são um show a parte. Hoje no almoço, por exemplo, comemos um prato com peixe grelhado e pirão que estava simplesmente maravilhoso. No café da manhã, tive a chance de provar o cuscuz de tapioca – uma delicia.

Hora do descanso e amanhã tem mais.

Segue algumas fotos:

Tailândia – Parte 1 (Aeroporto e Bangkok)

Desde o filme “A Praia” eu sonho em conhecer a Tailândia. Havia tempos que o destino estava no meu caderninho, até que surgiu a oportunidade de embarcar para a tão sonhada praia. Fui com minha mãe e minha irmã e optamos por um roteiro da CVC (operado pela Special Tours). Na hora de escolher, existiam algumas opções interessantes, como fazer todo país por via terrestre (com ônibus) ou aéreo (para ganharmos tempo) – escolhemos pela via aérea, um pouco mais caro, mas que valeu muito a pena, pois os trechos eram curtos (o maior foi de 2 horas apenas). Roteiro definido: Bangkok, Chiang Mai, Chiang Rai e Phuket.

Continuar lendo

Galeria

Voando Emirates

Sempre ouvi falar que voar de Emirates era fantástico e realmente foi. Fui para a Tailândia com a companhia e o relato abaixo é do trecho Rio de Janeiro para Dubai, no dia 12 de abril de 2016.

O check-in no aeroporto do Rio de Janeiro (Galeão) foi extremamente eficiente e rápido. O aeroporto precisa de um belo upgrade, a praça de alimentação é muito pequena e com poucas opções e o Duty Free Shop – bem menor que o de São Paulo. Optei pela conexão no Rio de Janeiro, porque a tarifa estava um pouco mais baixa – somente por isso – porque Guarulhos ainda continua sendo um excelente ponto de conexão, ainda mais com o novo Terminal 3.

O embarque ocorreu na hora, tudo muito bem organizado e assim que encontramos nossas poltronas, recebemos uma coberta, necessaire contendo uma escova e pasta de dentes, um tapa olhos e meias, um pacotinho contendo fones de ouvido e adesivos para serem colados na poltrona, com três opções: Não perturbe, Me acorde para as refeições e Me acorde para o Free Shop.

Logo após a partida do avião, a comissária te entrega um pano (incrivelmente) quente, para a limpeza das mãos – o que gostei bastante – e depois o Menu com itens a serem servidos no serviço de bordo. Neste voo haviam duas refeições principais e um lanche. As refeições eram bastante fartas e muito bem servidas.

Continuar lendo

Guia da Disney

Tudo o que você precisa saber para transformar sua viagem inesquecível.

www.guiadadisney.com

Em Janeiro de 2008, em plena madrugada, trocando de canal na televisão, me deparei com o apresentador Amaury Jr na Disney. É claro que fiquei assistindo (a Disney já faz parte da minha vida há muito tempo, sempre amei aquele lugar e ganhei dos meus pais a primeira viagem nos meus quinze anos). O Amaury Jr, entrevistou uma recrutadora brasileira, para aqueles que desejam trabalhar na Disney, Regina Maluta, convidando os brasileiros a se inscreverem em um programa de estudos e trabalho. Era o que faltava.

Depois de alguns meses de entrevistas e documentações, eu embarcava para a Disney em Julho de 2008, foi uma das melhores experiências da minha vida.

Com o portal GUIA DA DISNEY pretendo trazer a todos aqueles que estejam planejando suas tão sonhadas férias para o reino mágico: dicas e informações para que sua viagem seja livre de preocupações e muita diversão!

Espero que gostem!

Boa Viagem!

Julio Cesar Fonseca Junior