Porto Seguro – Parte 1

E depois de muitas viagens nacionais e internacionais, chega a minha vez de conhecer onde tudo começou no nosso querido país: Porto Seguro.

Vamos começar o Diário de Viagem então.

Primeiro é importante dizer que a CVC domina por aqui – os ônibus amarelinhos estão por toda a parte, afinal o Grupo AR (receptivo da CVC em Porto Seguro) é o maior receptivo brasileiro em atividade, são mais de 400 colaboradores que acumulam quase 30 anos de experiência.

O transporte do aeroporto para o hotel ocorreu de uma maneira muito tranquila. Logo na chegada, os passageiros da CVC se dirigem até a loja da rede no aeroporto. Lá, entregamos o voucher e eles marcam sua chegada e reconfirmam o seu voo de retorno. Minutos depois, já estavam nos chamando para o ônibus que iria nos trazer até o hotel. Bastante rápido, mas deu tempo suficiente de ainda comprar um pão de queijo e “encostar o estômago”.

No primeiro dia de viagem, saímos com destino à Cidade Histórica de Porto Seguro. Assistimos um show de capoeira e, em seguida conhecemos o vilarejo com suas igrejas e monumentos datados do séc. XVI, XVII e XVIII assim como, os casarios dessas épocas. Depois tivemos um tempo para conhecer a famosa gastronomia baiana como: o acarajé, cocadas, chocolate caseiro, cacau, tapioca, etc. O passeio inteiro durou 2 horas de visitas e aconteceu no período da tarde.

Para quem está hospedado no centro, o passeio é um pouco mais longo, pois a CVC deixa os passageiros um tempo na praia de Taperapuã (mais precisamente no centro de lazer toa toa). Como já estávamos hospedados na praia, curtimos a praia do Mutá em nosso tempo livre.

Pela manhã, a CVC reuni os passageiros que chegaram no dia anterior, e fazer uma espécie de palestra, mostrando os passeios oferecidos naquela semana, preços e etc.

Estamos hospedado no Hotel Coroa Vermelha, que fica localizado na Praia do Mutá. O Hotel é o terceiro melhor da região (classificado pelo Trip Advisor) e possui uma infra estrutura incrível. O atendimento e o restaurante do hotel são um show a parte. Hoje no almoço, por exemplo, comemos um prato com peixe grelhado e pirão que estava simplesmente maravilhoso. No café da manhã, tive a chance de provar o cuscuz de tapioca – uma delicia.

Hora do descanso e amanhã tem mais.

Segue algumas fotos:

Anúncios
Galeria

Voando Emirates

Sempre ouvi falar que voar de Emirates era fantástico e realmente foi. Fui para a Tailândia com a companhia e o relato abaixo é do trecho Rio de Janeiro para Dubai, no dia 12 de abril de 2016.

O check-in no aeroporto do Rio de Janeiro (Galeão) foi extremamente eficiente e rápido. O aeroporto precisa de um belo upgrade, a praça de alimentação é muito pequena e com poucas opções e o Duty Free Shop – bem menor que o de São Paulo. Optei pela conexão no Rio de Janeiro, porque a tarifa estava um pouco mais baixa – somente por isso – porque Guarulhos ainda continua sendo um excelente ponto de conexão, ainda mais com o novo Terminal 3.

O embarque ocorreu na hora, tudo muito bem organizado e assim que encontramos nossas poltronas, recebemos uma coberta, necessaire contendo uma escova e pasta de dentes, um tapa olhos e meias, um pacotinho contendo fones de ouvido e adesivos para serem colados na poltrona, com três opções: Não perturbe, Me acorde para as refeições e Me acorde para o Free Shop.

Logo após a partida do avião, a comissária te entrega um pano (incrivelmente) quente, para a limpeza das mãos – o que gostei bastante – e depois o Menu com itens a serem servidos no serviço de bordo. Neste voo haviam duas refeições principais e um lanche. As refeições eram bastante fartas e muito bem servidas.

Continuar lendo

Música ao redor do Mundo

Stand By Me | Playing For Change | Song Around The World

Essa música diz que não importa quem você é, não importa para onde você vai ir na sua vida, pois em algum ponto você irá precisar de uma pessoa que esteja lá para você. Cantada e tocada em diferentes cidades do mundo, esse vídeo faz parte do projeto Playing for Change (um movimento de multimídia criado para inspirar, conectar, e trazer paz ao mundo através da música).

A idéia do projeto surgiu da crença de que a música tem o poder de atravessar fronteiras e superar a distância entre as pessoas. Sejam as diferenças geográficas, políticas, econômicas, espirituais ou ideológicas, a música tem o poder universal de transcender e unir a todos como um só povo.

Um ótimo texto para começar com o pé direito

“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”

Texto de Amyr Klink

Sobre esse Blog

Se viajar fosse um pecado, esse seria o meu preferido.

Simplesmente amo viajar. É um fato consolidado. Desde 2004 venho viajando todos os anos. Virou meta fazer uma viagem por ano. E meta dada é meta cumprida. Tenho que fazer pelo menos uma viagem por ano, e tenho conseguido.

Tudo começou em 2004, quando fui passar uma semana em São Paulo (circuito de festas e compras) e um final de semana no Rio de Janeiro. Em 2005 conheci a Europa. Na verdade conheci cinco países: Portugal, Espanha, Itália, Suíça e França, em uma viagem de 19 dias nos famosos circuitos europeus. Em 2006 viajei para Salvador, uma viagem para o nordeste brasileiro. Em 2007, fui para nosso país vizinho, Argentina, visitar Buenos Aires.

Em 2008 fui para Orlando, pela segunda vez, mas para fazer um programa de intercâmbio e estudar na UCF. 2009 conheci Nova York, durante o inverno de Janeiro, pior mês para conhecer essa cidade tão fascinante, tenho que voltar. 2010 acabei fazendo três viagens, a primeira foi de cruzeiro marítimo, voltando a Salvador e também conhecendo a belíssima cidade de Búzios, no meio do ano fui à Punta del Este e em Outubro (meu mês preferido para viajar) fui novamente a Europa conhecer Londres, Amsterdã, Bruxelas e Berlim (e algumas cidades no meio do caminho).

E não paro por aqui… esse ano já fui para a República Dominicana e em Outubro faço nova viagem (que em breve vocês saberão por aqui).

O objetivo desse blog e comentar sobre minhas experiências em cada uma das cidades que já visitei, o jeito que eu organizei para visitá-las e claro, falar sobre as novas!

Boa leitura!